“Dinâmicas Culturais e Ativismos” foi o tema da aula ministrada pelo sociólogo guineense, Miguel de Barros, do Centro de Estudos Sociais Amílcar Cabral de Guiné-Bissau, para os discentes do Doutoramento em Estudos Culturais da Universidade do Minho, que teve lugar no dia 18 de outubro, no Instituto de Ciências Sociais – Campus Gualtar, entre as 17h00 e as 19h00.

Numa aula dinâmica e interactiva, Miguel de Barros estabeleceu um diálogo com os alunos, procurando conhecer as suas diferentes percepções em relação ao tema abordado. Miguel ressaltou a importância da construção do saber científico, fazendo uma interseção entre o conhecimento e o caráter ideológico que a experiência de vida traz consigo, para conscientização da sociedade e transformação estrutural.

A legitimidade da História foi apresentada como base para tal transformação, por desencadear construções teóricas que propiciam o conhecimento necessário para que as rupturas estruturais propostas pelos ativismos aconteçam, resultando em diálogos constantes e alianças políticas para alcançarmos a soberania. Miguel reforçou também a importância de conhecermos nossas matrizes culturais, valorizarmos as dinâmicas sociais e percepções heterogêneas do saber.

Alessandra Nardini
“Dinâmicas Culturais e Ativismos” com Miguel de Barros

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *